OS CULTOS DE PERSONALIDADES NA IGREJA:

"Olha, não faças tal! "
   
Quando Deus enviou o Seu anjo Gabriel com a Palavra da promessa para Nazaré de Galileia, a Maria era ainda na realidade a NOIVA de José. Quando este aqui tomou conhecimento que a Maria carregava uma semente que não lhe pertencia, recusou-se em contratar matrimónio com ela e resolveu deixá-la secretamente. É só quando soube da natureza da semente que a noiva transportava, que ele recuou na sua decisão. É a mesma coisa com a igreja de hoje. Ela ainda é apenas uma noiva do Senhor Jesus Cristo. Por isso, enquanto Ele tiver alguma dúvida sobre a natureza da semente que a igreja leva, esta NUNCA PODERÁ CONTRAIR MATRIMÓNIO. Isso significa que não haverá nem arrebatamento, nem bodas para toda igreja ou cristão que não foi gerado da semente verdadeira da Palavra de Deus (pois, a semente da Palavra de Deus é Jesus gerado em nós) confirmado pelo Espírito Santo. Quantos, pois, são as igrejas ou cristãos com que o Senhor Jesus (o Noivo) já rompeu secretamente neste dia? Por este motivo, nós rejeitamos todo pregador, cristão ou igreja, gerados pela uma semente humana, de uma religião, um profeta, pastor, etc. porque este tipo de semente lá sempre gera um testemunho humano num culto de personalidade que exalta esta criatura em que alguns falsos adoradores e os ignorantes depositam sua esperança. Tal como aconteceu com a Maria, a eleita natural; quando o poder do Espírito Santo cobre com a Sua sombra a verdadeira Igreja (a noiva espiritual), então a semente que ela carrega deve ser absolutamente o testemunho de Jesus Cristo pelo Espírito de Verdade. Pois, Ele (Jesus) é o Espírito de profecia que anima e inflama todos os profetas de geração em geração. E, este é o testemunho que alegra ou faz jubilar os corações dos eleitos.   
Exactamente como a coisa nos é feita em figura em Lc.1: 41-44: quando Maria, a portadora da semente da Palavra feita carne apresentou-se diante de Isabel e logo que a sua voz chegou aos ouvidos desta, João Baptista, herdeiro de uma promessa profética, estremeceu de alegria dentro do ventre da sua mãe. Da mesma maneira, quando um verdadeiro servo de Deus, portador da semente genuína da Palavra viva e permanente de Deus se apresenta diante desta mulher que é a Igreja com o seu testemunho, os eleitos, filhos e herdeiros da promessa profética do dia exultem de alegria no seio da Igreja. Não por causa do servo, mas sim, por causa do que está nele: a semente ou o testemunho verdadeiro da Palavra de Deus, também feita carne para nós num dos dias em que o Filho do homem se manifesta pelo um ministério autêntico da Palavra, fundamentado não em imitações, mas sim, no "Assim diz o Senhor" dado ao homem de Deus no tempo marcado pela profecia. E então… contemplamos Emanuel, Deus no meio de nós: Cristo, o mesmo ontem, hoje e eternamente! Então… nós louvamos a fidelidade de Deus que prometeu que não nos deixariam órfãos. E muito embora, o mundo não O possa ver mais, nós O veremos e O conheceremos. Porque Ele estará em nós! Guardai-vos da idolatria!   
A confusão gerada pela interpretação particular e errónea da Palavra de Deus entre A graça (uma só) feita a Maria pelo Senhor, e a semente da Palavra CHEIA de graça e de Verdade que nela foi gerada pelo poder do Espírito Santo que desceu sobre ela naquele dia, quando esta Palavra foi manifestada na carne, arrastou a fé católica romana na idolatria que exaltou Maria, primeiro ao lado, e depois acima de Cristo. Como " Rainha do céu" e "Mãe de Deus". Porém, o livro de apocalipse 17 diz, que essa grande prostituta (esta mulher representa a igreja que se prostitui espiritualmente) embebedou do vinho da sua prostituição os habitantes da terra. Hoje então, estimuladas por este vinho ruim, numerosas são as denominações "Cristãs" (as MERETRIZES influenciadas pelas abominações da "Mãe") que confundiram a graça feita aos servos ou mensageiros que também são "anjos" do Senhor, da Palavra CHEIA de graça e de Verdade que eles apregoaram na terra. Essas interpretações particulares geradas pelo espírito do engano desviaram a fé destes adoradores da Palavra CHEIA de graça que caracteriza o testemunho de Jesus Cristo contida na mensagem da pregação dos escravos do Senhor. Arrastando os também na idolatria, pela glorificação desses instrumentos de Deus que, daqui em diante, são vistos e considerados como portas de ovelhas para a salvação. Porém, o Senhor Jesus Cristo sendo a ÚNICA porta das ovelhas (de acordo com Jo.10) que as conduz ao Pai; estes homens assim exaltados tomam a posição de anticristos. É isto a obra do espírito anticristo que, neste dia e pelo mistério da iniquidade que já começou à agir, seduz e organiza as igrejas em um sistema de adoração que coloca uma criatura (um vigário) no lugar do Cristo. E, é esta coisa (este modelo de organização) que conduzirá ao seu tempo o mundo inteiro na adoração do Anti-cristo que há de vir. Aqui está a mácula: a marca da besta na mão direita (o trabalho do homem) e na testa (a compreensão corrupta, tendo a consciência marcada como Caim). Sim lembrem-se, queridos irmãos, da Palavra de Deus em Apoc.13: a marca da besta não pode ser um dia da semana ou coisa semelhante. Porque está escrito que "o número da besta é o número de um homem". Não o de um dia da semana ou coisa do género. Trata-se DA ORGANIZAÇÃO DE UM HOMEM QUE TOMA O LUGAR DE CRISTO. Aqui está o truque do diabo que já começou à operar, ao ponto de seduzir, hoje, muitos movimentos religiosos. Então, virá a grande tribulação (e não a glória) sobre todos estes falsos adoradores corruptos de entendimento, e cuja a adoração confessa Jesus Cristo dos lábios, enquanto que os corações são distantes dEle; sendo ligados aos cultos dos homens. Pelo que o Senhor Jesus repreendeu os judeus que se justificavam em Moisés, Abraão, etc.: "Em VÃO me adoram este povo". Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens ("assim diz fulano") ao invés de pregar a Palavra de Deus. É assim que haverá, lágrimas e rangeres de dentes naquele dia. Porque, o sacrifício perpétuo cessará e não haverá mais naquele tempo (na hora da grande tribulação) oblação para o pecado. Pois que o Senhor Jesus já terá posto um termo ao Seu ministério de "Advogado" da igreja. Por aquele tempo, a desolação cairá sobre o resto da igreja e sobre todos esses que guardam os mandamentos de Deus, e os que têm o testemunho de Jesus, como está escrito (Apoc.12:17).   
Meditamos um pouco Apoc.19:10: O anjo veio até João, o apóstolo, trazendo-lhe as verdadeiras palavras de Deus. João, profundamente emocionado e entusiasmado pelas revelações que foram dadas a ele, se lançou aos pés do anjo para O adorar. Mas este disse para ele: "Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que tem o testemunho de Jesus; adora à Deus; porque o testemunho de Jesus é o Espírito de profecia". O que é que isto pretende dizer? Que o que recebeu um verdadeiro profeta ou anjo de Deus (porque um anjo é um mensageiro, então um profeta) e recebeu dele as verdadeiras palavras de Deus não tem que se deixar levar fora pelo entusiasmo, o delírio ou a divagação para capitular na adoração do mensageiro de Deus. É Deus que deve ser adorado. Pouco importa a graça que Deus fez à um dos Seus servos, este é e continua à ser um companheiro de serviço de todos esses servos à quem Deus tivera confiado o testemunho de Jesus, ATÉ À CONSUMAÇÃO DOS TEMPOS; nesse caso UM IRMÃO. É tudo! Não vos apegai a ele para o adorar. Olha, não faças isso! Aqui é a advertência do anjo para João. Se você faz isto e que há entre vocês um verdadeiro servo do Deus (um anjo do Senhor) ele dirá a mesma coisa: Não faças isso! Bem-aventurados os que, como João aceita a correcção! Não era João um servo de Deus? Pelo que hoje, muitos são esses servos que se lançam aos pés dos seus companheiros de serviço para os idolatrar. Aceitarão eles também a correcção? Está escrito que o inteligente entenderá, mas nenhum dos incrédulos entenderá. Porque os maus irão do mal para o pior (Dan.12:10).    
O entusiasmo ou a euforia, assim como o delírio conduzem à loucura e à perdição. Daí nascem as interpretações particulares que geram todo tipo de dificuldades e perturbações na obra de Deus. Porque, hoje novamente, numerosas são as pessoas que confundem O que faz graças aos homens (Deus), e o homem para quem uma graça foi feita (como servo). É isto! O vinho da prostituição da Grande Babilónia que embebedou todos os habitantes da terra e o mundo religioso. Se, na fé católica romana (como nós já o salientamos aqui) esta confusão estabeleceu Maria, a portadora da semente original, como "mediadora" de uma aliança entre Deus e os católicos romanos. Por todas as gerações e hoje novamente, na loucura do entusiasmo e do delírio, discípulos endurecidos e corruptos de entendimento, confundiram certos servos de Deus "portadores" da semente genuína da Palavra de Deus no mundo, com esta mesma Palavra da Verdade que eles anunciaram nos seus dias. Isto nos levou aonde? Na elevação ou exaltação destes homens para uma posição que a Palavra de Deus não concede a eles (1Cor.4:6). Neste dia pois, cada um deles também é considerado como um "mediador" da aliança entre Deus e esses que adoram nestas respectivas denominações. E, nestes ambientes religiosos corrompidos de compreensão, A GLÓRIA DESTES HOMENS ACABARAM ECLIPSANDO A PRÓPRIA GLÓRIA DO SENHOR JESUS CRISTO. Aqui está a abominação da desolação instalada no lugar santo que se esboça. A idolatria triunfante na igreja. Porque todo o homem exaltado desta maneira na Igreja ao lado do Cristo é um anticristo. O servo é um homem. A Palavra que está nele é Deus, pelo que a sua mensagem é o testemunho do próprio Deus, nosso Senhor. Agora, quando você vê um pregador que, nas suas mensagens ou pregações, vai dando continuamente testemunho de um homem, aí está o sinal que este não é um mensageiro de Deus. Afastai-vos do tal! Quem pode me convencer do engano?
Você não aprendeu que um Anti-Cristo vem? Este é o Vigário do Filho de Deus (ou VICARIUS FILII DEI se quiser). Porém, de acordo com a Palavra infalível de Deus, nesta última hora muitos anticristos foram levantados e manifestados em várias denominações religiosas; como "vigários" de Jesus. Isto é: os que tomam o Seu lugar nestes meios. É esta coisa que conduz à ABOMINAÇÃO DA DESOLAÇÃO ESTABELECIDA NO LUGAR SANTO, da qual falou Daniel, o profeta: quando um homem se revoltará contra tudo o que é chamado Deus ou se adora, até sentar-se no templo de Deus; proclamando-se ele mesmo Deus. É este Anti-Cristo cujo espírito já está à actuar pelo mistério da iniquidade que já opera hoje em dia no seio deste "Cristianismo moderno" que corrompeu os seus caminhos na terra.  
É isto que eu considerei de ECLIPSE SOLAR na minha predicação intitulada "Da luz da tarde ao clamor da meia-noite ". Jesus Cristo, o Sol de justiça, eclipsado ao entendimento (compreensão) dos adoradores. Em algumas dessas denominações Cristãs este Eclipse é total; em outros meios, ele é parcial. E em todos estes casos, é adulterada a compreensão ou o entendimento do Grande Conselho ou Propósito de Deus. FOGEM DA IDOLATRIA! ACAUTELAI-VOS DOS FALSOS CULTOS! GUARDAI-VOS DESSES FALSOS DEUSES! E, quando você faz tal coisa e que você afirma que é Cristão, há algo que realmente não vai bem. Você é apenas religioso e não cristão. O religioso se alimenta de superstições e crenças, enquanto que o verdadeiro cristão vive da Palavra de Deus. Ora bem, de acordo com esta Palavra, o cristão é o que tem a mente do Cristo e pertence a Ele. O Espírito da Verdade em um cristão glorifica o Cristo e nada mais (Jo.16:13,14). Jesus Cristo sendo o verdadeiro Deus e a Vida eterna (1Jo.5:20); todo verdadeiro cristão conhece o São mandamento que diz: "Não terás outros deuses diante de mim… Porque eu, O Senhor teu Deus, sou um Deus ciumento". Bem-aventurado aquele que entender essas coisas!