A escolha do sicômoro



"E, correndo adiante, e subiu numa figueira-brava para vê-lo, porque ele teve que passar por isso. “ (Lc.19: 4)

Observem isso e entendem o que o Espírito em nós ensina hoje: Zaqueu não correu em qualquer direção... também não trepou em qualquer árvore. Ele correu ADIANTE na mesma direção que seguia a Palavra de Deus manifestada no instrumento que falava ou agia da parte d’Ele.
Ele subiu a árvore que estava posicionado onde Jesus (A SALVAÇÃO) teve que passar. E quando o Senhor Jesus chegou debaixo da árvore, Ele olhou para cima e o chamou pelo nome. Este foi o ponto de encontro preparado na presciência do Conselho de Deus... aí onde a salvação iria operar para este filho de Abraão.
Aqui está a verdade: numa determinada geração, quando se cumpra a Palavra da promessa, Deus envia o homem segundo o Seu propósito da salvação para junto do Seu povo (Is.46:9-11). As pessoas sondam as escrituras pensando ter nelas a vida. Não! Porquê a letra mata... por causa das interpretações particulares que cada grupo religioso tentam dar às escrituras. Isto aconteceu assim, quando a inteligência do homem tentar sondar essas coisas sem a ajuda do Espírito Santo. Ora, a Palavra da Escritura é vivifica pelo Espírito de Deus agindo por intermédio do ministério do homem que o próprio Senhor levanta no dia em que as promessas das Escrituras se cumpram. Então este é o ponto de encontro entre Deus e os homens que Ele preparou para a herança da Salvação: onde o homem segundo o Coração de Deus vem para cumprir o que o Senhor tivera dito previamente e determinado no Seu Conselho. Eis por que o Senhor diz: "Onde estiver o corpo, aí se juntarão as águias ".
Deus nunca opera a salvação através de uma religião ou denominação. Ele sim opera esta salvação por meio da pregação de um dos Seus ungidos. Sim, Deus salva os crentes pela loucura da pregação destes homens que foram especificamente chamados para falar e agir em Seu nome (1Cor1:1a,21). Visto que, ninguém pode se atribuir a honra de dispensar essas coisas (mistérios) que Deus determinou com a Sua própria autoridade, e que só se cumpram em tempos previamente determinados. (Heb.5:4)
Este não é um problema da sua religião ou igreja. Esta é uma questão entre Deus e os filhos da promessa.
            Não correm em qualquer direção! Vós examinais as escrituras todos os dias... Fazeis sacrifícios prolongados; muitos de vós tomam prazer em ir atrás de pregadores da sua escolha. Eles vão de igreja em igreja; buscam consolo e refúgio nos dogmas de suas organizações religiosas. Mas, digo-vos hoje pela autoridade da Palavra de Deus: Não correm em qualquer direção! Não trepem em qualquer árvore! Pois importa-vos saber isso: aquele SICÔMORO, Deus já o conhecia antes dos tempos. É Ele quem o havia colocado lá propositadamente.
            Assim, quando o Senhor Jesus chegou por baixo desta árvore, era impossível e impensável que Ele pudesse passar sem parar. Não! Ele nem sequer precisava de ser informado que havia alguém lá. Ele não necessitava de que Lhe seja dito o nome de quem estava lá. Quando alguém entra numa igreja, é-lhe perguntado como se chama. Mas quando alguém se arrepende de seus pecados e se converte; ele volta para Deus, Ele nunca pergunta como este se chama. Ele não precisa fazer isso! Porque, Ele nos conhece os Seus: muito antes da fundação do mundo. Tal um filho pródigo, cujo Pai espera pelo seu regresso.
Lembre-se que Deus, em Jesus Cristo, estava em busca de ovelhas perdidas. Seja em Jericó e em todos os lugares por onde passou. Ele veio buscar e salvar aqueles que Ele conheceu desde a eternidade (Prov.8:23-31). E Zaqueu era um deles. Sim, um daqueles que Deus dantes conheceu; tendo sido predestinou para serem conformes ao Seu Filho Jesus Cristo, o primogênito de toda a criação. (Rom.8: 29,30).
            Ora, é impossível que Ele seja o primogênito, sem no entanto conhecer os que Lhe pertencem; seus irmãos pois. Pelo que revelou isso acerca da sua missão:
Jn.10:1-5, 14: “Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador. Mas o que entra pela porta é o pastor das ovelhas. A este o porteiro abre; e as ovelhas ouvem a sua voz; e ele chama pelo nome as suas ovelhas, e as conduz para fora. Depois de conduzir para fora todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz; mas de modo algum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos (…) Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem”.

            “Zaqueu, desce depressa; porque importa que eu fique hoje em tua casa. Desceu, pois, a toda a pressa, e o recebeu com alegria.”
Sabeis o que isso significa? Exatamente isto: a ovelha reconheceu a voz do seu pastor. O pastor o chamou pelo nome. Zaqueu sabia que pertencia a este Pastor. Foi por isso que, desceu apressadamente e O recebeu alegremente.
Sim, aquele sicômoro não era uma árvore qualquer. Ele não estava lá por acaso. Foi o ponto de encontro entre Deus e Zaqueu para a salvação da sua alma.
Hoje, há também um sicômoro para ti. E isto, nada tem à ver com sua igreja cujas doutrinas e rituais são verdadeiros obstáculos na fé em Deus. O sicômoro certamente não é o seu pastor ou profeta... O "fundador" desta denominação em cujo nome te glorias, num culto de personalidade que te impede de ver Jesus: o Único autor e consumador da nossa fé.
Vós buscais a salvação nas igrejas... Isto está errado! Porque, a salvação se manifesta através desta fé que vem pelo ouvir a mensagem da Palavra de Deus (Rom.10: 17). Esta é a semente original que, semelhante à um grão de mostarda, se torna uma grande árvore em que os santos buscam refúgio para se encontrar com seu Salvador. Aqui está o verdadeiro santuário.
Neste dia do fim também, há um lugar de encontro que Deus tem preparado para trazer à salvação os Seus eleitos. Este sicômoro é a Igreja do Deus Vivo; a assembleia dos santos que se reúnem em torno da Palavra de promessa.
Então, se estás à procura da salvação, não busques refúgio em qualquer igreja. Pois, outras são as igrejas de Deus; outras também as dos homens. Como, então, reconhecer este "sicômoro" na nossa geração? Discernindo as igrejas pelas sementes que eles carregam. Nas igrejas de Deus... aí onde os santos se reúnem, NÃO DISCUTIMOS OS PRECEITOS DA PALAVRA. Dizemos "sim" e "amém" à Palavra de Deus. No entanto, nas igrejas dos homens, esses têm o mau HÁBITO de desafiar ou questionar constantemente os preceitos da Palavra de Deus. Ora, é precisamente nessas coisas que se revela a perfeita vontade de Deus para o Seu povo. Sabendo desde já que, não são todos os que chamam à Jesus: "Senhor, Senhor” que entrarão no reino dos céus, mas apenas aqueles que fazem a vontade do Pai.
Digo-lhes na verdade: ainda hoje, Deus colocou sicômoro ao longo do caminho da salvação. E, é nestas assembleias de santos reunidos em oração e buscando a salvação que Deus, por meio da Palavra da promessa que se cumpra no tempo previamente marcado, se reúne com todos aqueles que Ele dantes conheceu. É aqui onde eles são chamados, justificados e glorificados; tal como aconteceu com Zaqueu (Rom.8: 30). Pelo que está escrito em 2Tim.2.22b: segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.
Sim, semelhantes à verdadeiros sicômoros, estas assembleias que compõem a Igreja do Deus Vivo (o Corpo de Cristo) ajudam as almas à se encontrar com Deus: para conhecê-Lo e ser conhecido por ele.
E, todo aquele que está na Palavra da promessa é conhecido de Deus. Deus sendo a sentinela que vela na Sua Palavra para a cumprir (Jer.1: 12) irá se revelar aos filhos da promessa e trazê-los a salvação no dia em que Ele virá realizar o que Ele determinou de antemão. Assim como Ele fez com Zaqueu. Então Ele irá dizer à ti também: "A salvação entrou na sua vida."
De que salvação falamos nós? Da salvação que Deus preparou diante de todas as nações, e que é personificada em Jesus. E, essa salvação opera em todos aqueles que recebem e acreditam na palavra da promessa que se cumpra no dia deles. Quando a Palavra de Deus é revela e vivificada na boca do instrumento ungido para falar da Sua parte: o testemunho da hora.
            E este testemunho da hora JAMAIS se levantará dentro duma organização religiosa. Não pode fazer parte da religião do homem. Faz sim parte desta Palavra da promessa que se cumpra no tempo previamente determinado. Quando vier o testemunho levantado por Deus no devido tempo, ele irá se pôr em pé neste lugar de refúgio e profetizará. Assim, a SALVAÇÃO será revelado aos filhos de Abraão: aqueles que, como ele, são justificados pela fé na Palavra de promessa.
Portanto, repito o mandamento: Não correm em qualquer direção! Não trepem em qualquer árvore! O Senhor JAMAIS virá até vós, se caminhares numa direção errada.
Pelo que, está escrito em Jer.6: 16, o seguinte: Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. »
        
Deus JAMAIS se revelará à alguém, enquanto este se firmar numa organização. E, Deus NUNCA se revela por intermédio dum ministro da igreja, formado e nomeado pela sua denominação religiosa. A revelação da Sua vontade está na boca de suas próprias testemunhas: as atalaias (sentinelas) que Ele próprio colocou ao longo do caminho que conduz à salvação.
Jer.6:17: “Pus atalaias sobre vós dizendo: Estai atentos à voz da buzina. Mas disseram: Não escutaremos.”
O que acontecerá, então, à todos aqueles que não estão atentos à Palavra revelada e que desprezam a lei de Deus: a desgraça (e não a salvação); fruto de seus próprios pensamentos (dogmas, rituais, credos, etc.)
Jer.6:18-21: “Portanto ouvi, vós, nações, e informa-te tu, ó congregação, do que se faz entre eles! Ouve tu, ó terra! Eis que eu trarei o mal sobre este povo, o próprio fruto dos seus pensamentos; porque não estão atentos às minhas palavras; e quanto à minha lei, rejeitaram-na. Para que, pois, me vem o incenso de Sabá, ou a melhor cana aromática de terras remotas? Vossos holocaustos não são aceitáveis, nem me agradam os vossos sacrifícios. Portanto assim diz o Senhor: Eis que armarei tropeços a este povo, e tropeçarão neles pais e filhos juntamente; o vizinho e o seu amigo perecerão.”

-------------------------------------------------------------