Os obstáculos à nossa fé

“E não podia, por causa da multidão, porque era de pequena estatura. (Lc.19: 3)

Zaqueu nos dá uma clara demonstração de sua violência para tomar posse do Reino dos céus, vencendo dois obstáculos importantes: Sua pequena estatura primeiro, o que lhe impedia (e de que maneira!) de ver Jesus por causa da multidão que Lhe rodeava; e em segundo lugar, o desprezo da alta sociedade devido ao seu elevado estatuto social; vendo-lhe trepando uma árvore aos olhos de todos. Ele, o nobre Zaqueu, um dos homens mais ricos e mais importantes de sua cidade.
Quantos obstáculos se erguem hoje diante de nossa fé por causa da multidão que nos rodeia? Quantos fizeram naufrágio na fé; passando ao lado do Plano de Deus para a Salvação, por causa das dificuldades da vida… os cuidados deste mundo, a doença, a nudez, a fome, a falta de sucesso em negócios ou projetos, etc.?
Quantos até à data de hoje não são capazes de obedecer a fé pela Palavra da Verdade (apesar de a ter conhecida) por causa de sua posição social, influência de amigos, do meio em que estão envolvidos, etc.?
Zaqueu, tal como Moisés na sua época, aceitou a vergonha ou opróbrio de seguir e servir a Jesus Cristo. É isso que todos os eleitos farão no dia em que forem visitados.
Sim! Ao tomar a corajosa decisão de trepar aquela árvore, Zaqueu nem tão-pouco se importou com o ridículo: a zombaria, as críticas ou comentários de seus concidadãos contra sua conduta. Zaqueu, pela fé, renunciou naquele dia aos prazeres do pecado; tendo o opróbrio de Cristo como uma riqueza muito maior do que os tesouros que ele tinha acumulado durante a sua vida; à beira da desonestidade e do egoísmo.
            Consideramos cuidadosamente a abordagem deste homem em busca da salvação: ele correu para ver Jesus. Buscou ele por acaso refúgio numa sinagoga… numa religião? NÃO! Porque a salvação é diferente da religião! Algo lhe dizia que a salvação não estava em sua sinagoga, mas em Jesus, chamado Cristo. Pelo que, correu em direção ao pregador do dia. Ele queria ouvir a palavra do dia… comer o maná escondido, depois de todos os longos anos de sua vida que passou a ouvir discursos de pregadores religiosos de Jericó. Então ele correu adiante e subiu na árvore para ver Jesus.
Que Deus ajuda também os eleitos à entender neste dia que, a salvação não está na nossa igreja, comunidade, denominação ou grupo religioso, mas sim, em Jesus Cristo. Pois não há salvação em nenhum outro nome (Act.4: 12).
Mas, o que muitas pessoas não antevejam ou entendem de Jesus é que: de acordo com o que é revelado na profecia "o nome pelo qual se chama é: A Palavra de Deus " (Apoc.19: 13). E, de acordo com o testemunho da Escritura, Ele é na Sua natureza: a Palavra que estava no princípio com Deus, que era Deus, e que se fez carne (Jo.1: 1, 2,14). Hoje, muitos são aqueles que vêm à igreja em busca da vida eterna, mas não querem vir à Cristo, nem receber e crer em Sua Palavra para ter essa Vida (Jo.5: 39,40).
Não importa quanto tempo dedicaste em ouvir discursos de homens, com base na sabedoria humana e intelectualismo religioso, convidamo-lo através desta pregação à imitar o exemplo de Zaqueu: ir ao encontro da salvação.
Jn.6: 65-68: “E continuou: Por isso vos disse que ninguém pode vir a mim, se pelo Pai lhe não for concedido. Por causa disso muitos dos seus discípulos voltaram para trás e não andaram mais com ele. Perguntou então Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.”

            Queridos irmãos, evitem de ler a Bíblia distraidamente, leiam-lho no poder do Espírito Santo... e entendereis que uma única frase, uma pequena palavra, pode realizar o milagre da salvação, e mudar toda sua vida. Simão Pedro, respondendo Jesus não diz: "Para onde iremos?" Como muitas pessoas tentam interpretar esta escritura. Em vez disso, ele diz: "para quem iremos nós?" Perceberam agora? Trata-se da herança da salvação para a vida eterna. No entanto, a salvação e a vida eterna não está em um lugar determinado (Igreja, templo, etc.), pelo que o apóstolo Pedro não pergunta: para onde iremos nós? Qualquer um que tenha sido ensinado por Deus sabe que a salvação está em uma pessoa: Aquele que dá a vida eterna a todos aqueles que correm para Ele; e n’Ele buscam refúgio. Seu Nome? Jesus Cristo!
Jn.3: 16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

         Essa é a Verdade... Tão básica e primária. E acima de tudo, revelado na boca do próprio Senhor Jesus. Como pois, poderá alguém ensinar hoje aos homens e tentar convencer-nos que a salvação é exclusivamente para aqueles que frequentam a sua religião, denominação ou organização religiosa?
Todo escolhido por Deus sabe que a salvação não é negócio de uma religião, mas de Deus. Pelo que, Pedro perguntou: para quem iremos? E, quanto à essa questão, todos eleitos de Deus conhecem a resposta: Jesus Cristo. Pois, Ele é o Deus verdadeiro e a vida eterna.
Pedro e todos aqueles que permaneceram com Jesus haviam recebido de Deus a revelação da Verdade, por isso eles permaneceram ligados a Jesus ("ninguém pode vir a mim, se pelo Pai lhe não for concedido… Portanto todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.”)
Zaqueu (como, aliás, todos os filhos da promessa) teve também em si mesmo este testemunho. É por isso que ele correu ao encontro de Jesus.
1Jo.5:10-13, 20: Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho; quem a Deus não crê, mentiroso o fez; porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu. - E o testemunho é este: QUE DEUS NOS DEU A VIDA ETERNA; E ESTA VIDA ESTÁ EM SEU FILHO (não numa igreja ou religião). Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. Estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna (...) Sabemos também que já veio o Filho de Deus, e nos deu entendimento para conhecermos aquele que é verdadeiro; e nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Falo aqui de fé para a salvação. Embora hoje em dia, nas igrejas só se fala da fé em relação ao que Deus pode fazer para nós, ou nos dar. Materialmente é claro! Este é um falso entendimento do Conselho de Deus. Que Deus vos ajude à compreender!

 

----------------------------------------------------------------------------