O PECADO ORIGINAL (OU A TRANSGRESSÃO)

            O entendimento e discernimento do que aconteceu no princípio são indispensáveis na compreensão do estado actual das coisas e da Verdade sobre a condição da mulher.
         A Palavra de Deus nos revela que foi a mulher e não o homem que foi seduzida; e tendo sido seduzida, esta arrastou o homem no seu delito (Gen.3:4-7; 11-15). Está escrito no v.6: “tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela“. No v. 12 e 13, isso torna-se muito mais compreensível: “Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi. E disse o Senhor Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi”.
Como bem o afirmei no princípio: o Evangelho da Verdade é um oráculo selado ao entendimento desses que o Senhor Jesus Cristo descreveu como sendo “os de fora” à quem não foi dado de conhecer os mistérios do Reino dos céus.
Mais do que uma história, o delito cometido no jardim do Éden e que gerou o primeiro julgamento de Deus contra a humanidade, revelado nas escrituras, é uma profunda Verdade que nos foi apresentada em parábola. Porque, são “coisas que o olho não viu, que o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem… coisas que Deus preparou para os que o amam”.
         É desta sabedoria misteriosa e oculta de Deus, que nenhum príncipe deste mundo não conheceu, nem sondou, que o Espírito Santo que penetra até as profundezas de Deus, nos traz neste dia do fim pela Palavra da revelação, ensinada pela Unção do Verdadeiro. E…isto não tem absolutamente nada à ver com a sabedoria teológica e teosófica; segundo o que está escrito (1Cor. 2: 6-10).
         Ora bem, quando esta escritura afirma que: “Esta é, sabedoria de que falamos entre OS PERFEITOS e que Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória”. Agora sim, podeis entender por que motivo eu teria afirmado aqui que: O VERDADEIRO EVANGELHO NÁO É UM NEGÓCIO DOS HOMENS, MAS SIM DOS ELEITOS.
         É pois, só para eles, e mais ninguém, que a minha pregação deste dia é dirigida. Pois, nenhum homem natural (ou carnal) poderá receber ou suportar essa Verdade.
… /…

Da sedução da Eva, há que ter em conta duas coisas:
Primo: está em causa o fruto da árvore.
De que fruto se trataria pois? A Bíblia começa primeiro por sublinhar que ambos, o homem e sua mulher estavam nus, e não se envergonhavam. Esses deram-se conta do seu estado verdadeiro só depois de comer da árvore! (Gen.2:25; 3:7).
Todavia, a Bíblia sublinha que a serpente era a mais astuta de todos animais do campo que Deus tinha feito. Astuta significa também habilidosa, esperta ou engenhosa, inteligente e fina. Isto quer dizer que a “serpente antiga” era dotada de uma dose de inteligência, de fineza e esperteza muito mais próxima do homem do que qualquer outra carne sobre a terra. Isto a tornava superior ao restante dos animais.
Se pois a ciência, na sua teoria de evolução, afirma que o símio (primata) é muito mais próximo do homem; a Bíblia afirma o contrário: é a serpente antiga que, no começo, estava mais aparentado! E, Satanás bem o sabia! Foi por este motivo que ele utilizou a serpente para seduzir a mulher do homem. Ora, seduzir significa também enganar, conquistar, atrair, encantar… Mas de que maneira a serpente teria enganado, conquistado ou encantado a mulher de Adão? Cá estamos!
Quando Deus perguntou à Adão: “Quem te mostrou que estava nu?”; Ele prontamente nhecia essa Verdade; pelo que escreveu: “Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão (1Tim.2:14). Ora, a mulher não só desobedeceu, como também profanou e violou a ordem divina que regia a criação.
Aqui está a explicação da grande ira de Deus e do duro castigo infligido na serpente, primeiro, e depois na mulher. A serpente é punida na sua carne (morfologia ou anatomia): “Porquanto fizeste isto, maldito serás mais que toda besta, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás…”. Qual foi a morfologia (posição) primitiva da serpente antiga? Certamente não a que conhecemos hoje. Pois, esta é consequência da maldição divina e do castigo que lhe foi imposta pelo Senhor, Deus.
E à mulher? Disse o Senhor : “Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua Conceição; COM DORES TERÁS FILHOS…”. Prestai atenção numa coisa: todos nós sabemos que Deus é BOM e JUSTO. E que, mesmo na justiça dos homens, o castigo é determinado de acordo com o crime cometido, tendo em conta todas as circunstâncias atenuantes. Mas, se a mulher serviu-se da sua boca para comer da árvore, como e por que motivo, ou razão, a justiça de Deus desviaria o castigo para o sexo da mulher e não a boca?
Quanto ao homem, feito na imagem de Deus, nenhum castigo foi dirigido directamente sobre ele, como nos dois casos precedentes. Deus censurou-o tão-somente por ter obedecido à voz da sua mulher, transgredido o mandamento de Deus. E que por causa dele, a terra seria maldita (e não Adão). Porque, Deus sabia que Satanás estava por detrás disso tudo. Ele sabia que o diabo acabava de extorquir a herança de Adão, e que íris brevemente se tornar o mestre de tudo, impondo-se pela violência sobre o homem privado da protecção divina e do Sopro (Espírito) do Altíssimo. Caim iria confirmar isso, ao impor-se sobre Abel e de que maneira!
Satanás sabe que Deus honra aquele que Lhe honra, e despreza aquele que Lhe despreza. Pelo que, foi para atingir Adão e o fazer cair na desobediência do mandamento de Deus que o diabo se serviu da sua mulher. Falaremos disso!
Agora, vamos ainda nos concentrar sobre a mulher. Qual era a natureza deste PECADO ORIGINAL que caracterizou a transgressão da mulher?
Ó, homens que insistem no maçã, ou sabe-se lá que mais! Aprendem hoje a Verdade!
Vamos ler junto Prov.30:20: Tal é o caminho da mulher ADÚLTERA: ELA COME, E LIMPA A SUA BOCA, e diz: Não cometi maldade”. A MULHER ADULTERA come também e limpa a sua boca. Mas, É UMA MALDADE ! Apesar de ela negar o facto. Por que se limpa então a boca? Para que o seu delito não seja desvendado.
Vejam pois… o provérbio da Bíblia não lhe qualifica de gulosa mas sim, de adultério. Que tipo de fruto ela come? Ela comete um acto sexual censurável. Isto, não na condição de esposa com o seu próprio homem. Ela o faz apenas na sua condição de mulher com um parceiro que não é seu: Razão pela qual ela se limpa a boca (entendem: ela finge) depois de cometer a sua infracção, e tenta se justificar: Não cometi maldade! Porque? Pois o seu acto é contrário ao Propósito ou Determinação divina que decidiu a criação da mulher. Ela come pois contra a vontade de Deus; em outras palavras; ela comete um adultério!
Bem-aventurado são os vossos olhos porque vêem agora!  
O PECADO DE ADULTÉRIO! Foi isso que produziu a sedução de Eva! Pelo que esta escrito que ela caiu em transgressão!
Em segundo lugar: na sedução de Eva a questão gira em torno de um animal
Vejamos pois, a serpente não era um animal? Todavia, tudo depende de que tipo de animal este era antes da maldição divina! Ou pensais que estou à fantasiar? Pois não! Consideramos mais uma vez o que está escrito : “Logo porque a Lei? Foi ordenadapor causa dastransgressões…” (Gal.3 :19a). Nao antes… mas sim depois das transgressões.Pelo que, é na Lei de Deus que vamos buscar o discernimento da transgressão em que Eva caiu. Porque, à toda pergunta bíblica, importa que seja dado uma resposta bíblica: É A PALAVRA INTERPRETANDO-SE POR SI SÓ!
Lev.18:22-25: “Nem te deitarás com UM ANIMAL (notaram isso), para se contaminares com ele; NEM A MULHER SE PORÁ PERANTE UN ANIMAL, PARA AJUNTAR-SE COM ELE; CONFUSÁO É. Com nenhuma destas coisas vos contamineis, porque EM TODAS ESTAS COISAS SE CONTAMINARAM AS GENTES QUE EU LANÇO FORA DE DIANTE DA VOSSA FACE: Pelo que a terra está contaminada, e eu visitarei sobre ela a sua iniquidade, e a terra vomitará os seus moradores”.
Aqui, a Palavra de Deus revela claramente que os povos do oriente para onde se dirigiam os filhos de Israel rumo à Canaã, tinham entre outros usos e costumes: o hábito de se contaminar com os animais.
De onde viria tal inspiração? Alguém pode me indicar a direcção seguida por Caim, o filho da rebelião, quando este saiu da presença de Deus? O Oriente! Cá estamos!
Adão bem sabia, quanto à ele, que cada criatura devia se reproduzir somente segundo a sua própria espécie, é por esta razão que está escrito que ele não se achava adjutora semelhante à ele. Adão teve que esperar até que Deus lhe deu uma mulher. Mas, a serpente inspirado pelo diabo soube seduzir a mulher de Adão. Esta é a CONFUSÃO que houve no jardim e que justifica a ira de Deus, tal como a transgressão nos é revelada mais tarde quando a lei foi dada em Levítico 28.
Então, Deis visitou a iniquidade do homem, e o jardim do Éden vomitou os seus moradores! Pelas mesmas razões evocadas nesta ultima escritura no v. 25 . Perceberam agora ?
Deu revelou depois da queda, que a mulher tinha duas sementes: uma da serpente e uma outra do homem, seu marido: “Porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a tua semente (descendência ou posteridade)”. DUAS RAÇAS INIMIGAS. Aqui está! Adão se apercebeu perfeitamente desta situação depois de ter ouvido a censura de Deus, pelo que à seguir deu à sua mulher o nome de Eva; o que quer dizer a mãe de todos os viventes: (Gen.3:20). Ora, na Bíblia, nunca foi mencionado, nenhuma vez sequer que Adão seria o pai de todos os viventes. Desta verdade, temos muitas provas nas escrituras. Vamos evocar aqui dois exemplos:

Aqui está a confirmação da existência de duas sementes que geraram duas raças diferentes na terra. Entretanto, todas elas foram concebidas por Eva.
Pois que? Aqui está a Verdade! Tendo sido criada mulher, ela foi dada como esposa a Adão. Todavia, ela desviou-se da sua vocação por um acto de infidelidade e de desobediência na Palavra de Deus, e quando veio o momento de cumprir a sua missão de mãe, ela cai em transgressão e gera a confusão na criação ao conceber duas sementes diferentes. O bem e o mal foram assim manifestados. O bem em Abel e o mal em Caim. O que foi confirmada quando os dois levantaram dois altares diferentes para adorar à Deus. CAIM REVELOU-SE SER UM FALSO ADORADOR, ENQUANTO ABEL FOI UM VERDADEIRO. O que vem à seguir é do conhecimento de nós todos.

 

*******************