QUEM É POIS ESTE FILHO DO HOMEM?   
   


   
"Que tempo haverá até ao fim das maravilhas "? (Dan.12:6)
Estes são segredos que nem sequer os anjos do céu conhecem. Tal como eles ignoram todo do dia e da hora em que o Esposo virá buscar a Sua Esposa. Pelo que, quando o Espírito Santo é enviado do céu sobre um pregador para falar destas coisas contidas e encobertas na profecia, os anjos também desejam nelas mergulhar o olhar para conhecer esses mistérios que Deus ocultou aos poderosos e revelou aos Seus filhos.    
 Escutem e aprendem, ó homens insensatos e privados de entendimento; que se entregam ao culto dos anjos e menosprezam o Espírito Santo. Saibais pois neste dia que nenhum anjo pode possuir, um conhecimento superior ou igual ao do Espírito Santo. Não só estão à limitar o Espírito de Deus, e consequentemente o próprio Deus; mas exaltando o ministério de um anjo acima do ministério do Espírito Santo, vocês colocam Deus numa condição nitidamente inferior à de um anjo que é servo Seu.    
         E vós, eleitos do Senhor, retenhais isto uma vez por toda: ao prometer o envio de um Consolador, o Senhor Jesus não nos prometeu um anjo. De modo nenhum! Ele prometeu que enviará, para nós, o Espírito Santo; o Espírito da Verdade. Ora, Ele afirma também ser Ele mesmo A VERDADE. Isto significa para o bom entendedor que, o Consolador seria Ele mesmo na forma do Espírito que habita em nós. E nós afirmamos então como Paulo: "É Cristo que nos vive em nós"; não um anjo. Se não receber este testemunho, morrereis no vosso pecado, ó idólatras.         
         E, se tiver ainda dúvida, não perca isso: nem Daniel, nem os dois anjos que lá estavam com ele, conheciam o tempo, nem as circunstâncias previamente marcadas nas profecias deste Livro. Um só detinha este segredo: O Homem vestido de linho! (Dan.12:7-13). Mas, quem pois este Homem vestido de linho? Temos a Sua descrição em Dan.10: 5,6:    
“ E levantei os meus olhos, e olhei, e vi um Homem vestido de linho, e os Seus lombos cingidos com ouro fino de Ufaz: E o Seu corpo era como turquesa, e o Seu rosto parecia um relâmpago, e os Seus olhos como tocha de fogo, e os Seus braços e os Seus pés como cor de bronze açacalado (polido); e a voz das Suas palavras como a voz de uma multidão”. 
 Comparamos agora isso com a escritura de Apoc.1 :13-15 :
“… Um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de um vestido comprido, e cingindo pelos peitos com um cinto de ouro. E a Sua cabeça e cabelos eram brancos, como lã branca, como a neve, e os Seus olhos como chama de fogo; e os Seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, a Sua voz como a voz de muitas aguas”.
Essas duas descrições feitas por dois profetas que viveram em tempos diferentes e longínquo coincidem perfeitamente, de forma à não nos deixar nenhuma dúvida sobre a identidade deste Homem (o Único) que possuía o conhecimento destas coisas, e que ordenou que eles sejam seladas e mantidas secretas até no tempo do fim. Se, no Antigo Testamento o Seu Nome não é mencionado, foi porque ainda não tínhamos chegado na plenitude dos tempos, e que Ele ainda não tinha recebido UM NOME debaixo do céu. Porque, na Nova Aliança, Ele mesmo se apresenta à João: "Eu sou o primeiro e o Último, e O que vivo e fui morto, mas eis que Estou vivo para todo sempre. Amem! E tenho a chave da morte e do inferno" (Apoc.1:17,18). Aleluia! O homem vestido de linho que apareceu em visão à Daniel e o Filho do homem que João viu na visão de Patmos são UM! E este UM, é “Aquele que se manifestou em carne, foi justificado em Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, e recebido acima na glória” (1Tim.3:16); e isso recebeu debaixo do céu o Nome de Senhor Jesus Cristo. Aqui está o mistério da piedade (da nossa fé) desvendado aos vossos olhos!
         Regozijai-vos pois destas coisas, ó vós que amai à Deus; e dai toda glória ao Seu Cristo, neste dia em que a Verdade é restaurada!    
Neste dia pois, em que o Senhor nos dá pelo Espírito de revelação todo o conhecimento sobre o conteúdo do Livro selado para a restauração da Verdade de Deus, não poderá subsistir mais duvida alguma sobre este ponto: o Filho do homem não é um mensageiro qualquer (seja ele um anjo celestial ou terrestre; o que significa um profeta) mas sim o próprio Senhor JESUS CRISTO! A testemunha fiel e verdadeiro; o Amem de Deus. E todos os verdadeiros profetas ou pregadores deram dEle este testemunho (Act.10:42,43).    
Soltai-vos pois dos laços das falsas mensagens proféticas apregoadas neste último tempo pelos espíritos sedutores e salvai-vos desta geração perversa e idólatra!   
Considerem como estas duas visões são impressionantes e convincentes, e em muitos aspectos semelhantes; e deixai que o esplendor da luz desta Verdade ilumine vosso entendimento: Daniel, tal como João, vendo o Filho do homem em circunstâncias totalmente diferentes, caíram ambos no chão, morrendo de medo. Mas vejam como Este Príncipe Glorioso é UM CONSOLADOR! Ele toca cada um deles e repete as mesmas palavras: Não temas…! Ele apareceu nessas duas ocasiões como sendo O REVELADOR dos decretos de Deus. É Ele, o Espírito desta profecia (Apoc.19:10)! Ele está aqui para dar testemunho da Verdade; Ele é quem representa esta Verdade. Ora, se a Verdade é a Palavra de Deus. Então Ele é a Palavra de Deus manifestada aos homens. Nós O vemos nestas duas visões na condição do Portador da Palavra: ELE É O ÚNICO QUE CONHECE OS SEGREDOS DE DEUS; COM O PODER DE INTERPRETAÇÃO DOS MESMOS. Agora, se meditarmos bem Mat.11:27, chegaremos todos à inevitável conclusão: SÓ O FILHO QUE SAIU DO PAI CONHECE BEM O PAI E PODE O REVELAR À QUEM QUISER! Amem… Amem… Amem!   
         Eis porque no tempo de Daniel como no dia da Sua carne, houve tumulto no mundo das trevas, e os príncipes da terra, se levantaram e se ajuntaram contra Ele (Dan.10:13; Act.4:25,26). Satanás opondo-se à Verdade. Ora, só o conhecimento da Verdade pode libertar a Igreja do jugo do diabo e todos suas astúcias nos meios da sedução. Pelo que está escrito: "O Meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento" (Os.4:6). O diabo, que se esconde por detrás do mistério da iniquidade sempre opôs-se ao conhecimento da Verdade. Porém, o Filho do homem é o mistério de nossa piedade que nos revela a Semente original da Verdade, prometida desde Éden, e que esmaga a cabeça da serpente, quer seja literalmente; quer seja no nosso entendimento.    
"Que tempo haverá até ao fim das maravilhas"? O Homem vestido de linho levantou as duas mãos e jurou por Aquele que vive eternamente que todas estas coisas se cumpririam no fim da tribulação grande: “depois de um tempo, de tempos, e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas ”. EU OUVI (disse Daniel), MAS NÃO ENTENDI; por isso eu disse: Senhor meu, qual será o fim destas coisas? E Ele disse: Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim… "   
AQUELE que conhecia a Verdade no Seu cumprimento; e que tinha a interpretação de todas as coisas, ordenou que estas verdades sejam seladas até que os tempos se cumprissem. Quando abre, ninguém pode fechar; e quando fecha, ninguém pode abrir. E Aquele que detém as chaves de todos os mistérios é O SENHOR JESUS CRISTO (Apoc.3:7; Jb.12:14; Is.22:22).    
Era pois necessário esperar o cumprimento dos tempos para compreender essas coisas. Pelo que, o LIVRO SELADO voltou outra vez no segredo de Deus.  
É assim que o Espírito Santo nos conduz no Apoc.5:1-9. E ali, reencontramos o LIVRO SELADO! Aonde? Na mão direita de Aquele que está assentado no trono e que vive eternamente e pelo qual o Homem vestido de Linho jurou: "E Vi, na dextra do que estava assentado sobre o trono, UM LIVRO, ESCRITO por dentro e por fora, selado com sete selos". Quem é digno de abrir o LIVRO SELADO e de desatar os seus selos? No céu, na terra e debaixo da terra, UMA ÚNICA PESSOA foi achada digno: Jesus Cristo, o Leão da tribo de Judá, a raiz de David. (Notem aqui que a Bíblia põe um acento até mesmo sobre Sua linhagem terrestre, de forma que ele não seja confundido com quaisquer supostos “Messias” africanos, americanos, europeus ou asiáticos: O Redentor é da procedência de David, da tribo de Judá, filho de Israel. Perceberam isto?    
Notamos também que a abertura do Livro não é tão fácil como se pode imaginar. É aqui onde Satanás luta para a sua sobrevivência. E ele vende cara a sua pele. E… Satanás não pode ser derrotado por qualquer um. Conhece alguém que já o derrotou, ó homem? Só, o Leão da Tribo de Judá o fez. Há um preço à pagar para abrir o Livro. E, o Filho de Deus (a Semente prometida) veio e triunfou do Diabo, suas potestades e dominações pela Sua morte na cruz. Ressuscitado, Ele foi recebido na glória. Assim, quando João olhou para contemplar O proclamado Vencedor, ele viu no meio do trono UM CORDEIRO, COMO HAVENDO SIDO MORTO. Aqui está a Verdade restaurada! Considerem sobretudo que O Cordeiro não estava ao lado… diante ou atrás do trono. NÃO! UM SÓ estava assentado sobre o trono, e do meio deste mesmo trono; isto é, dAquele que estava assentado sobre o trono, saiu O Cordeiro. O que isso? Lembrai-vos de que Jesus disse: "Vim do Pai…" ou ainda: “… Estou no Pai”. Apoc.5:6 e o que se segue nos versos 8 até 14 confirmam essas declarações, como também a Verdade ensinado por Paulo em Fil.2: 6-11. Como que: "… sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual à Deus, mas aniquilou-se a Si mesmo, fazendo-se semelhante aos homens… Ele humilhou-se à Si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte da cruz… ".    
E, isto está claramente visível no Apoc.5: do Leão que Ele era (um Rei, pois), Ele se tornou o Cordeiro Imolado; tendo pago pela Sua vida, o preço da Redenção eterna. Nós podemos ver ainda, como no versículo 7, Ele toma o Livro da mão direita de Deus. O que se segue é conhecido de todos esses que receberam o amor da Verdade para se salvarem. E João disse no Apoc.6:1: "Havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei… havendo aberto a segundo… o terceiro… e assim por diante até ao sétimo.   
Não foi um profeta, mensageiro, doutor, apóstolo, bischop, superintendente ou seja lá quem for… mas sim O Cordeiro. Foi assim que o LIVRO SELADO desvendou todos os seus segredos, revelando os acontecimentos proféticos do tempo do fim na sua ordem de realização.    
E quando tudo é consumado, nos encontramos agora em Apoc.10:1,2, onde um anjo poderoso que corresponde à descrição do Filho do homem ou do Homem vestido de linho aparece, tendo na Sua mão UN LIVRO ABERTO. Em que período de tempo Ele aparecem aqui? Entre a sexta trombeta e a sétima; naquele tempo em que as pragas estão à ser derramadas sobre a terra para castigar os idólatras e os maus (Apoc.9 confirma isto – atentai pelo versículo 20). Estamos no Dia da Vingança e de angústia. E, no Plano de Deus, depois do Grande Dia do Senhor vem o Milénio, está tudo claro agora? Os poderes das nações são aniquilados (ver a pedra - no livro de Daniel – que esmaga a estátua embatendo nos seus pés).     
Na antiga aliança, quando essas coisas foram anunciadas à Daniel, uma pergunta foi feita ao Filho do homem: "Que tempo haverá até ao fim das maravilhas"? O livro estava selado. Ele levantou na altura as duas mãos e jurou por Aquele que vive eternamente que todas estas coisas se cumpririam: “depois de um tempo, de tempos, e metade de um tempo”. Ora bem, nós O vimos tomar o Livro da mão de Aquele que está assentado sobre o trono… nós O vimos quebrando os selos. E, agora (não se esqueça de que Ele é O Primeiro e O Último), Ele aparece no dia em que se efectiva (realiza) a pergunta que Lhe foi feita em Dan.12:6, no fim dos tempos. E desta vez, ao invés de erguer as duas mãos no céu, Ele só levanta a mão direita, enquanto a mão esquerda segura o LIVRO ABERTO, e jura da mesma maneira por Aquele que é maior que Ele (O Eterno) dizendo que não haveria mais demora; e que todavia, era necessário esperar ainda um pouco ATÉ QUE A SÉTIMA TROMBETA HAJA TOCADO (pois, estamos no intervalo que separa a sexta da sétima e última trombeta) para que se cumpre o MISTÉRIO de Deus anunciado pelos profetas.    
De que “Mistério” trata-se? É o que vamos ver à seguir nesta pregação.